A avaliação

E-mail Imprimir PDF

Como posso avaliar alguém se não tenho Condições de me avaliar? Como posso julgar alguém se ela está certa ou errada? Falar Corretamente? Como? Coitadinho do aluno que tem de falar sobre coisas que nunca Ouviu falar ou viu?!
Ala-se de um jeito, escreve-se de outro. E quando se pronuncia (Z) escreve-se (X). Ora (S)... que confusão. Pronuncia-se (J). Escreve-se (G). É o caos. É gramática que não acaba mais. Ou gramatiquice?...
São tantas regras e normas que até o Professor acaba por confundir (S) com (Ç) com (SS) e o aluno coitado, confunde tudo. Perde-se nos (H) agás da língua – com detalhe: agá sem (H). Dá para entender? Não queira. E quando uma coisa pode ser muitas coisa ao mesmo tempo. Por exemplo: CESSÃO, SEÇÃO e SESSÃO - é um Deus nos acuda. A pronuncia é perfeitamente a mesma, mas o significado é ... DESESPERO. Uma sucessão de erros.
Ora manga é manga de camisa, ora não é manga de camisa, é fruta, outrora não é fruta nem manga de camisa. Digo que estou extático ou estático ou e(?)tático? Fico perplexo mesmo por tanta confusão. Redundância? Bilinguismo? Ambiguidade? Sei lá! Salve-se quem puder!
Quando o aluno vai redigir um texto - texto ou testo? com (S) ou (X)? não interessa - é um martírio. Primeiramente ele não lê. Se não sabe ler não sabe escrever. Culpa de quem? ou de quem é a culpa? Como avaliar esse aluno? Coitadinho de mim.
Para ele tudo é sem graça. iz que tudo é rotina. Falar do “cotidiano” é chatíssimo, imagine falar da rotina do “quotidiano”? É tanta rotina que ele se desespera. E as normas, e as regras onde ficam? Não ficam e nem vão, são em vão. Pobres coitados! Já está chatíssimo tanto “coitado” no texto.
É uma confusão. Mas com avaliar esse aluno? Não se. Pontuação, ortografia, acentuação, sintaxe, morfologia, semântica. Isso! Semântica. Xi!... Ele não sabe o que significa semântica! Será que semântica significa alguma coisa? Assim desisto de escrever.
Publicado no Jornal Tribuna do Noroeste - 25 /09/1993

comments
 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.